23 agosto 2009

Alegria e Triunfo

Até algum tempo atrás, meu discurso e minha visão eram:
Não tem sido fácil criar três filhos sozinha. Estou há dois anos sem babá. A ajuda financeira insignificante que recebo do ex-marido não dá pra nada. Tenho que trabalhar muito pra conseguir sustentar os três sozinha, e muitas vezes não consigo dar conta dos compromissos profissionais porque alguma das crianças (ou as três!) está doente e não pode ir à escola.

Poderia seguir adiante, relatando todas as dificuldades que tenho encontrado nesses últimos anos. Mas prefiro falar da mudança...

Estou sempre buscando me aperfeiçoar, mudar aquilo que acho deficiente em mim, estar consciente dos bloqueios e reações automáticas que tantas vezes levam minha vida para uma direção oposta à que eu desejo. E nessa busca tenho feito terapia reichiana, retirada de arquétipos, mapa astral, apometria quântica, tratamento espiritual... E tenho lido muitos livros, que sempre me inspiram muito.

Um pequeno livrinho (pequeno só no tamanho), em especial, motivou esta mensagem, e me inspirou o desejo de compartilhar a felicidade dessa descoberta. Chama-se "Alegria e Triunfo", e foi escrito em 1956!

Desde que o conheci, há quase um ano, virou a minha bíblia da auto-ajuda. Já dei de presente ou recomendei para várias pessoas, e todas ficam encantadas com a simplicidade e a clareza do livro.

Da próxima vez que passar por uma livraria, arrisque, entre e dê uma olhada no livrinho de capa vermelha. E depois me conte o que achou.
Postar um comentário